Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

No comando: Visão de jovens corre risco, diz pesquisa

Das 6:00 as 8:00

carlinhoslima
No comando: Carlinhos Lima

Das 00:00 as 24:00

VILA NERY, “SOBRAS DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO” SÃO UTILIZADOS COMO TAPA-BURACOS POR MUNÍCIPES.

Compartilhe:
TAPA-BURACOS

A falta de atenção um dos princípios da gestão pública Municipal, tem gerado reclamações e danos ao erário público na Capital da Tecnologia.

O desperdício de dinheiro público ocorre com o retrabalho infinito gerado pela falta de “procedimento padrão das equipes tapa-buracos” que atende o Executivo Prefeitura.

A Assessoria do Site Carlinhos Lima News, no nome do Prof. Fábio Jamaica, executou o controle social de bairros, sobre a qualidade do procedimento tapa-buracos na Zona Leste.

O grande problema relatado pelos munícipes é o risco de atropelamentos, ônibus, carros e motos e demais veículos seguem na contra-mão de direção.

É um trecho onde veículos disputam espaço no leito carroçável com deficientes visuais, idosos e crianças diante das enormes crateras, precisam desviar ou escolher o buraco menos pior para cair. A viatura Ronda Escolar (Parati) quase bate de frente com uma moto, no dia da ocorrência de furto de fio da Chácara do bairro referido.

A falta de sinalização horizontal e falta de redutores de velocidade, potencializam o risco da tragédia anunciada que, por duas vezes, quase ceifa a vida de dois moradores nas esquinas da rua 8 e José de Paulo Latanzio onde pretendem instalar sinalização semafórica. O local do “Totten” já está feito de concreto no chão.

Em nossas observações, não vemos o cuidado no “tratamento de base asfáltica” que são as camadas de sustentação até chegar na massa asfáltica final.

Conversamos com o vereador Edson Ferreira sobre essa possível falha no procedimento, ele ficou de mostrar uma cópia  pública da licitação do tapa-buracos. O Vereador constatou a falha e fiscalizou o trabalho das referidas equipes em outros pontos da cidade.

Foi constatado que uma das equipes de tapa-buracos da Prefeitura não estava na conformidade diante dos procedimentos exigidos na licitação. Exemplo disso é a ponte próximo a DE Diretoria de Ensino, rua João Ramalho esquina com a Benedita Stall Sodré, referência número 510.

20171119_112519

O tapa-buracos foi feito por cima do material de construção e em um mês, já gerou retrabalho. Nossa precaução é que assim também ocorra na rua principal do bairro Américo Alves Margarido e  além de comprometer a vida útil da base asfáltica e gerar dano ao erário público municipal diante do serviço sendo feito duas vezes, cause acidentes de trânsito.

A população do Américo Alves Margarido aguarda o procedimento de tapa-buracos no bairro desde o final de 2017. Todas as fotos são de locais que já receberam tapa-buracos, estão assim de novo foge a eficiência e gera #retrabalho.

Requerimentos/Ofícios Vereadores: Edson Fereira, Rodson, Ditinho Matheus, Malabim e Dimitri desde 2016.

 

Carlinhos Lima. Tá na rua.

Prof. Fábio Jamaica / JMK Assessoria ME

 

Deixe seu comentário: