Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

No comando: Visão de jovens corre risco, diz pesquisa

Das 6:00 as 8:00

carlinhoslima
No comando: Carlinhos Lima

Das 00:00 as 24:00

“Ancestralidade” – Concurso Vozes pela igualdade de gênero 2019

Compartilhe:

Título: Ancestralidade Concurso ” Vozes Pela Igualdade de Gênero” – 4ª edição 2019: “A cor da minha pele dá poder à minha voz!” Diretoria de Ensino – Região de São Carlos Escola Estadual Conde do Pinhal Composição (aluna): Heloísa Ramos de Oliveira Professora Joice Cristina Sávio Essa música foi composta pela aluna da terceira série do Ensino Médio da ESCOLA ESTADUAL CONDE DO PINHAL (DIRETORIA DE ENSINO – REGIÃO DE SÃO CARLOS), HELOÍSA RAMOS DE OLIVEIRA após um trabalho desenvolvido pelas professoras JOICE CRISTINA SÁVIO (SALA DE LEITURA) E ANA LÍGIA CRIADO SUMAN (LÍNGUA PORTUGUESA) relacionado a leitura do livro “ESSE CABELO”, a questão étnico-racial e o empoderamento feminino.

O resultado desse trabalho você consegue observar na composição da letra, música e gravação.

 

LETRA:

Ancestralidade

A minha pele não merece desprezo

Pois sou igual a você e tenho o mesmo direito

 

 

A minha pele deixou um rastro certeiro

Minha ancestralidade veio num negreiro

 

 

Foram anos de escravidão Senhor de chicote na mão

Não tinha nem um pão Dormia era no chão

 

 

A minha pele não merece desprezo

Pois sou igual a você e tenho o mesmo direito

 

A minha pele deixou um rastro certeiro

Minha ancestralidade é de um povo guerreiro

 

Já se foi abolição

Quero boa educação

Sem nenhuma interrupção

É hora de evolução

 

 

Meu povo quer igualdade

Quer andar com liberdade

Ter trabalho de verdade

Futuro com dignidade

 

Ser preta e ser mulher

Não me torna insuficiente

Só me faz mais competente

Ser mulher e estar na frente

 

A minha pele não merece desprezo

Pois sou igual a você e tenho o mesmo direito

 

A minha pele deixou um rastro certeiro

Minha ancestralidade é de um povo guerreiro

 

A minha pele quer andar com liberdade

Pois sou igual a você e grito pela igualdade

 

Coordenação Conde do Pinhal

Deixe seu comentário: